Como aumentar minha libido depois da gravidez?

Como aumentar a libido depois da gravidezDepois da gravidez é muito comum ficar com libido em baixa. Os motivos são o desequilíbrio hormonal, preocupação com o bebê, noites mal dormidas, cansaço e baixa autoestima.

Na teoria pode voltar a ativa aos 40 dias após a gestação. Porem, na prática é totalmente diferente devido nós mulheres não sentir vontade de fazer sexo.

E por isso, muitas mulheres buscam tomar algum remédio para aumentar o prazer feminino o que deve ser tomado com um acompanhamento médico para não ter efeitos colaterais.

De acordo com uma recente pesquisa feita com mulheres brasileiras, uma em 10 espera seis meses ou mais para voltar a ter relações com o parceiro. Entre os motivos estão cansaço, dor e autoconsciência corporal.

Outro motivo que as mulheres acabam fugindo do contato sensual é a falta de lubrificação vaginal, isso porquê a amamentação deixa a vagina mais seca e sensível. Isso dificulta a relação sensual fazendo com que a mulher sinta dor no momento da penetração.

Por esse motivo é importante usar lubrificante íntimo e hidratante vaginal para deixar a vagina completamente lubrificada para a penetração.

Dicas para aumentar a libido

A dieta é uma importante aliada para aumentar a libido pós-parto.

Alguns nutrientes podem aumentar o desejo sexual e estimular as funções do corpo que são necessárias na hora do sexo.

O mineral zinco é um importante estimulante sexual, seu papel é ajudar o corpo produzir mais testosterona.

A testosterona é um hormônio presente em ambos os sexos, mas em maiores quantidades no sexo masculino. Níveis saudáveis desse hormônio no corpo feminino aumentam o desejo sexual e a fertilidade o que é muito importante no pós-parto.

A testosterona no corpo feminino também contribuem para a melhora física, pois esta tem influência no aumento da massa magra e também na redução dos níveis de gordura corporal, a redução do estresse, pois diminui os níveis do hormônio cortisol, melhora o humor, combate a fadiga e fortalece o sistema imunológico.

As principais fontes de zinco são: ostras, carnes bovinas, de frango, de porco, os peixes, queijos, leite, iogurtes, ovos, fígado, feijão, ervilhas, nozes, castanhas, aveia e repolho.

O consumo de vitaminas do complexo B também ajuda melhorar a vida sexual. A vitamina A, por exemplo, auxilia na produção dos hormônios responsáveis por essa função. Ela pode ser encontrada em alimentos como cenoura, ovo, espinafre, tomate, pimentão, batata-doce, manga e mamão.

A vitamina B12 é ótima para combater a impotência e funciona como um ótimo vasodilatador natural que aumenta a circulação sanguínea do corpo. Ela é encontrada principalmente no ovo, peixes, queijo e na carne vermelha.

A vitamina B6 é responsáveis pela infertilidade feminina e, permite que a mulher aproveite melhor o sexo. Essa vitamina é encontrada principalmente na cevada, leite, ovo e no melado.

Outro vasodilatador natural é a vitamina E. Seu consumo ajuda o corpo a jogar mais sangue para as partes íntimas fazendo aumentar o desejo sexual, a lubrificação vaginal e a fertilidade.

Abdominoplastia depois da gravidez

Fazer uma cirurgia de abdominoplastia depois da gravidez é um desejo de boa parte das mulheres, mas é preciso se atentar a vários fatores antes de investir nesse procedimento.

Sobre a abdominoplastia

A abdominoplastia é uma cirurgia plástica reparadora do abdômen. Essa cirurgia tem como objetivo retirar todo o excesso de pele e também a gordura localizada da barriga. Com a abdominoplastia também é possível remover estrias e cicatrizes.

Ela é indica para homens e mulheres que perdeu muito peso ou após uma gravidez e ficou com a região da barriga muito flácida. Muitas vezes, essa cirurgia pode ser acompanhado com outra cirurgia que é o caso da lipoaspiração que faz a retirada da gordura localizada na parte lateral do abdômen e na parte das costas.

Abdominoplastia após a gravidez

Abdominoplastia depois da gravidezDurante a gravidez a pele do abdômen se estica muito, assim como os músculos locais e algumas mulheres acabam não conseguindo recuperar o seu corpo anterior após dar a luz. Mesmo que após uma boa dieta junto com exercícios físicos.

Com isso a mulher acaba não conseguindo remover o excesso de pele e gordura da região abdominal e recorre a cirurgia de abdominoplastia.

Esta cirurgia é recomendada principalmente para mamães depois do parto e que não pensam mais em engravidar. Entretanto, caso seja feita a cirurgia e a paciente simplesmente engravidar sem estar nos planos, saiba que não existe problema algum.

Porem, médicos aconselham que após a cirurgia de abdominoplastia seja aguardado um período mínimo de pelo menos 1 ano antes de pensar em ter uma nova gravidez, essa medida é necessária para a melhor recuperação do reparo cirúrgico.

Os resultados da abdominoplastia antes e depois podem ser bem satisfatórios. Pois na cirurgia o cirurgião plástico retira a gordura e o excesso de pele localizada entre o umbigo e a região pélvica e costura o músculo reto abdominal para que o abdômen fique mais firme, mesmo se houver novo acúmulo de gordura.

E para melhores resultados e dependendo do paciente é feito uma lipoaspiração para que possa ser retirada a gordura acumulada na região do estômago e nas laterais do corpo.

Qual o valor da cirurgia?

Abdominoplastia valor vai depender de muitos fatores e circunstâncias. O tipo da cirurgia, local onde será feita, experiência do cirurgião e os medicamentos necessários são os principais fatores que determinam o tempo final da cirurgia.

É muito importante não colocar o preço da abdominoplastia em primeiro lugar. Existem muitos casos de pessoas que buscaram pagar o mínimo possível na cirurgia e acabaram pagando preços altos pela má cirurgia de um cirurgião inexperiente ou de má-fé (estelionatário).

Gravidez após a abdominoplastia

Há muitos casos de mulheres que engravidaram depois da abdominoplastia. Um desses casos é da Deise Cristina, assista:

Como melhorar minha saúde sexual depois da gravidez?

Saúde sexualUm dos problemas que mais aparece depois da gravidez é a relação sexual do casal. Cuidar do bebê e da casa se torna uma tarefa difícil e muito cansativa para as mamães de plantão fazendo a relação sexual do casal ficar em último plano.

Como vocês sabem é recomendado pelos médicos ficar de quatro a seis semanas de abstinência. Porem é muito frequente a diminuição ou perda do apetite sexual depois desse período. Por isso algumas dicas desse artigo pode ajudar você a recuperar a libido e a melhora na sua saúde sexual.

Dicas

Os homens são extremamente sensíveis ao estímulo visual. Enxergar-se bonita faz bem para a autoestima e para os olhos dele também. Então, capriche. Cuide do visual, cuide do cabelo, unhas e pele e sempre ande cheirosa.

É normal a amamentação deixar a vagina mais seca e sensível. Por isso, utilize lubrificantes e hidratante vaginal para não sofrer com dores no momento da penetração.

Estimular seu parceiro é fundamental para a saúde sexual de ambos. Por isso diminua a velocidade da experiência do sexo e passem mais tempo nas preliminares, especialmente no toque. Se precisar, faça seu parceiro tomar Xtramaster que é um estimulante sexual natural que estimula ainda mais a libido o prazer sexual.

É muito importante nunca deixar seu parceiro de lado. Um mergulho a dois na banheira para relaxar, uma carícia mais ousada e um beijo inesperado são formas de reafirmar seu amor.

Depois da gravidez, ter um tempo a dois pode ser quase impossível. Mas o casal em questão deve levar isso a sério, pois o grande erro após o parto é não namorar mais. Esse hábito deve ser permanente em uma relação.

Nunca volte a vida sexual para agradar seu marido ou por imposição dele. O desejo sexual deve ser de ambos. Nunca também transe também com medo de perder seu marido ou de ser traída.

Mostre ao seu parceiro que você precisa da ajuda dele para cuidar do bebê e da casa, porquê só assim que ambos terão tempo para si mesmo.

A libido baixa também pode estar relacionado ao estresse e depressão. Afinal, cuidar do bebê, marido e da casa é uma tarefa muito cansativa para uma mulher. A depressão pós-parto é surpreendentemente comum hoje em dia.

É bom destacar que depressão pós-parto não é culpa da mulher, nem significa rejeição ao bebê. É importante que a mulher ou algum familiar reconheçam logo a depressão, para que ela receba o apoio e o tratamento necessários. Sem tratamento, a depressão pode durar meses e até anos.

E lembre-se que seu médico é muito importante para manter sua saúde pós-parto! 😉

Dicas para ter uma gravidez tranquila e saudável

Gravidez tranquila e saudávelA gravidez é um momento mais que especial para a mamãe, por isso é importante cuidados diários para uma gestação tranquila e saudável.

A gravidez é uma época realmente mágica na vida de muitos homens e mulheres. A barriga começa a crescer, o bebê passa a ser sentido e depois de um tempo uma nova pessoinha está entre nós.

Muitas mulheres param de comer certo tipo de alimento por causa do enjoo, mas é sempre possível arranjar um substituto que tenha valor nutricional parecido.

Se você já teve o bebê e quer voltar a ter um corpo magro, esse artigo é muito importante para você.

Cuidados com a alimentação

A alimentação é uma preocupação não somente no momento da gravidez, como durante a vida inteira. Porem, durante a gravidez é muito importante ter certos cuidados com a alimentação.

É necessário ter uma alimentação equilibrada e saudável. O ideal é ter uma dieta que inclua verduras, legumes e frutas, carboidratos integrais, proteína que pode vir do peixe, da carne, do frango, dos ovos, de castanhas ou sementes e também leite e laticínios em geral.

Evite comer carne de origem animal crua devido ao risco de toxoplasmose. É muito importante lavar bem verduras, legumes e frutas para tirar todo resquício de terra ou sujeira, e lave bem as mãos antes de comer.

Atividade física

Um bom programa de exercícios vai lhe dar a força e a resistência necessárias para carregar o peso extra da gravidez e para aguentar o estresse físico do parto.

Colocar o corpo em movimento faz muito bem à saúde como um todo. Ao fazer exercícios durante a gravidez nos livramos do estresse e distraímos a cabeça com outras coisas. Além disto, durante a gravidez, a atividade física ajuda a preparar a mulher para o momento do parto, deixando-a mais flexível e com músculos mais fortes.

Reduza o consumo de cafeína

Estudos indicam que o consumo de mais de quatro xícaras de café por dia pode estar associado a bebês de baixo peso, além de afetar o sistema respiratório do feto. Isso porque, acredita-se que a cafeína atravessa facilmente a barreira placentária, chegando até o bebê.

A cafeína contrai os vasos sanguíneos e isso repercute no bebê na forma de dificuldade para receber oxigênio e nutrientes. Os efeitos negativos da cafeína também se observam na grávida, aumentando o risco de sofrer de insônia, dor de cabeça, acidez no estômago e nervosismo.

Descanse

É muito importante a gravidez, repousar. Há evidências de que o esforço físico e o estresse sobrecarregam o organismo, aumentando a possibilidade de sangramentos e contrações.

Dormir bem a noite e tirar pequenos cochilos durante o dia também são importantes para sua saúde e do bebê.

Nos três primeiros meses, por exemplo, é o momento da implantação da placenta no útero e de maior descarga de hormônios no corpo. O corpo precisa se adaptar às várias mudanças e descansar. Por isso, quando tiver sono, durma.